O projecto onde o fogo é o principal Elemento

Desde o inicio de Fevereiro que pode visitar um dos nossos mais recentes trabalhos, um projecto onde o fogo é o principal Elemento.

No final de 2018, fomos desafiados a desenvolver um espaço com um conceito único no país. O tempo de execução era muito curto e as condicionantes e questões técnicas bastante complexas. Uma cozinha exposta, com uma zona para cozinhar a fogo em toda a sua extensão.

Hoje, partilhamos a entrevista do Observador ao Chef Ricardo Dias Ferreira e a Patrícia Lourenço, os proprietários do Restaurante Elemento. Não podíamos estar mais contentes por terem confiado no nosso trabalho para dar forma à nova aventura de ambos, em Portugal.

Em breve iremos partilhar mais sobre este projecto.
Até lá, pode visitar o Elemento, de Terça a Sábado. Um restaurante onde se cozinha exclusivamente a fogo, de forma excepcional, simples e delicada, com um serviço de extrema qualidade e simpatia.

Leia a entrevista aqui

Fotografia ©Diogo Lopes / Observador

Veja ainda o moodboard que deu origem ao projecto para  Restaurante Elemento

Também lhe pode interessar Edifício de apartamentos em Aveiro.

Restaurante Elemento. Rua do Almada

Quando recebemos um projecto, um dos primeiros exercícios do nosso atelier é a criação de um moodboard, que reúne várias ideias importantes para o desenvolvimento do novo trabalho.

Esta fase inicial de projecto serve também para criar um elemento visual  de inspiração daquilo que pretendemos, do que é importante valorizar e da essência do projecto.

Este é o moodboard de um espaço que estamos a preparar há algum tempo que estamos a preparar, o Elemento. Localizado na Rua do Almada, num espaço com uma configuração muito particular, o desafio foi criar uma atmosfera que fosse de encontro à filosofia do restaurante.

O Elemento, o novo projecto do chef Ricardo Dias Ferreira, já está na lista das inaugurações mais aguardadas de 2019  e irá abrir portas brevemente.

Para quem não viu, “11 restaurantes que vai querer conhecer em 2019”, segue o link do Observador.

 

GRAU.ZERO_Elemento_Restaurante_Rua_do_Almada

 

Também lhe pode interessar Edifício de apartamentos em Aveiro.

Veja ainda, o video 360º que fizemos para um apartamento em Coimbra.

Estamos de Férias!

Estamos de férias! A árvore de Natal está pronta, os clássicos já fazem ouvir, a lista dos doces já está feita. O Iggy já roubou as bolinhas da árvore 45 vezes, durante a manhã.

Esta época traz sempre a sensação de um capítulo a chegar ao fim e de um novo, prestes a começar. Assim, nada melhor que parar por uns dias e apreciar as festividades, ler a pilha de livros que se acumulou ao longo do ano, fazer invenções gastronómicas na cozinha, passar mais tempo com a família e os amigos.
Acreditamos que só assim podemos regressar com as energias renovadas para os novos desafios de 2019. Um dos objectivos para o próximo ano é continuar a crescer e a melhorar o nosso projecto. Já andamos entusiasmados com o próximo ano e queremos voltar com novos trabalhos, novidades e planos para concretizar.

Dia 6 de Janeiro estamos de volta com mais histórias para contar.  Até lá  esperamos que o vosso Natal seja assim, repleto de passeios de inverno ou no conforto da lareira, com as pessoas que vos são mais queridas! 

Também lhe pode interessar Edifício de apartamentos em Aveiro

Veja ainda as ultimas novidades sobre o restaurante Elemento

Photo by Denise Johnson on Unsplash

Novas políticas para a arquitectura e design

No passado dia 6 de Abril, a Dezeen publicou um artigo sobre as novas políticas para a arquitectura e design, que a Suécia quer implementar.

A Suécia, conhecida pela sua forte relação com o design e a arquitectura, avança com novas políticas para promover uma sociedade mais sustentável e menos segregada.

A habitação nas grandes cidades é escassa o que faz disparar os preços e torna quase impossível a aquisição ou arrendamento de espaços nos grandes centros. Como refere Jonas Pettersson, co-fundador do atelier Form Us With Love, «Há necessidade de construir mais mais habitações, mas também de qualidade que as pessoas possam pagar». Estocolmo é um exemplo disso, para arrendar uma casa é necessário estar inscrito numa lista de espera.

Segundo Martin Videgård, Tham & Videgård Arkitekter, esta nova política «sublinha a importância da arquitectura, o que […] é algo que nunca se pode dizer demasiadas vezes.»

Pode ler o artigo “Swedish government introduces new benchmarks for architecture and design” aqui.

 

[ imagem pertence à Dezeen]

Voltar para o site

 

A Casa do Justiçado no P3 [Jornal Público].

Em Setembro fomos convidados pela Casas XS, uma curadoria do blogue Alexandra Matos Design, para falar sobre um projecto em Aveiro.

A Casa do Justiçado, é uma habitação com apenas 55m, com um pátio interior e um layout simples e contemporâneo.  Tratando-se de uma habitação muito compartimentada e escura,  o principal desafio foi criar um espaço com muita luz. Para tal, optámos por utilizar painéis translúcidos, que permitem a entrada de luz na quase totalidade dos compartimentos. Excepção feita ao quarto de dormir, que se insere num pequeno poliedro azul, junto à entrada, onde agregamos as zonas privativas da casa e a partir da qual se desenvolve a cozinha.

O desenho desta forma, que incorpora o quarto, a instalação sanitária e a cozinha, permitiu-nos também diminuir as áreas mortas e tornar o espaço mais amplo. Acrescido e este facto, a escolha da cor deste corpo, em contraste com as paredes periféricas e o tecto brancos,  permitiram uma sensação de unidade, interrompida por um volume que se comporta como uma pequena bolsa, que fazendo parte da casa não compromete a continuidade espacial. 

Pode ler o artigo aqui  e se quiser conhecer esta casa, pode fazê-lo aqui!